Novo Duster Oroch transformado em picape, com cabine simples

Novo Duster Oroch transformado em picape, com cabine simples

Para nós, brasileiros, a romena Dacia ficou conhecida por emprestar seus projetos para boa parte da gama Renault no Brasil, como Logan, Sandero e Duster. Temos inclusive uma variante picape do Duster exclusiva para a América do Sul, com direito a cabine dupla e sobrenome próprio: Duster Oroch. Na falta dela, os europeus do leste também criaram uma picape a partir do Duster.
 
Só que ela é bem diferente da Oroch (compare abaixo), e não foi feita pela Dacia. Trata-se de um projeto de uma transformadora da Romênia (como a brasileira Sulam, que fez sucesso nos anos 1980), que inclusive já havia feito o mesmo com a primeira geração do Duster, em 2014. Na época, o modelo teve produção limitada a 500 unidades e foi vendido em sua maioria para frotistas do próprio mercado local.  

Durante o Salão comercial de Hannover, na Alemanha, a companhia apresentou sua nova criação. A fórmula é a mesma da antecessora, com as portas traseiras e o porta-malas sendo substituídos por uma caçamba coberta com uma proteção plástica para não haver danos na pintura quando carregada.
 
Por baixo da inusitada carroceria está exatamente o mesmo Duster SUV de sempre, no caso a versão equipada com motor 1.5 dCi turbodiesel de 115 cv e 26,5 kgfm. A transformadora não deixou em aberto seus planos, mas é certo que haverá uma pequena produção seriada. Seria sem dúvida uma boa adição à gama Duster, lembrando que na Europa o SUV ganhou recentemente uma versão de carga, sem bancos ou janelas traseiras, chamada Van.  
 
Durante o Salão de Paris, no começo deste mês, o Duster ganhou o novo motor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes. O modelo será lançado no Brasil em 2020 e tem grandes de chances de dar origem a uma nova geração da Oroch - embora bem diferente da picape romena, mantendo a cabine dupla.





Publicado em: 31/10/2018

Commix Soluções Digitais